Cerimônia de encerramento da 6ª edição do Melhores da Suinocultura Agriness

Cerimônia de encerramento da 6ª edição do Melhores da Suinocultura Agriness

Na sexta-feira, dia 18 de outubro, em Florianópolis, a Agriness realizou a cerimônia de encerramento da 6ª edição do Melhores da Suinocultura, na qual foram revelados os novos índices de produtividade do setor. Neste ano, mais um recorde foi quebrado: o índice de 34,66 desmamados por fêmea ao ano, alcançado pela Chácara Vó Ita, da cidade de Castro (PR), que venceu o campeonato pela terceira vez consecutiva. A granja Fazenda Várzea do Pau d’Alho, de Lima Duarte (MG), ficou em segundo lugar, com DFA de 33,11. Em terceiro lugar veio a Granja Schoeler de Itapiranga (SC), com DFA 32,93.

A cerimônia reuniu cerca de 150 pessoas, entre elas suinocultores e profissionais de diferentes áreas do setor, desde a produção ao ensino. Ao longo da tarde, foi apresentada a história do Melhores da Suinocultura, foram divulgados os dados consolidados desta edição e houve ainda um debate com os suinocultores destaques do campeonato.

A abertura do evento foi realizada por Elton Gubert, sócio proprietário da Agriness, que enfatizou o papel do Melhores da Suinocultura como uma importante ferramenta de benchmarking para os suinocultores, que aperfeiçoam a produção através da comparação. Ele agradeceu ao apoio institucional recebido pelas entidades do setor: a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (ABIPECS), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) para Suínos e Aves, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e o Laboratório SISZoot da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Finalmente, destacou o apoio recebido pela Zoetis, empresa que acredita na relevância e contribuição do campeonato para o setor.

Em seguida, Cristina Bittencourt, sócia-diretora da Agriness e coordenadora do projeto Melhores da Suinocultura, falou sobre a história e os bastidores do projeto, que surgiu em 2006. “Quando o Melhores foi criado, a Agriness possuía 500 mil matrizes clientes. Hoje, em sua sexta edição, já são mais de 500 mil matrizes dentro do campeonato”, afirmou. Atualmente, a empresa possui mais de 1,2 milhão de matrizes em sua base de clientes.

Os dados consolidados desta edição foram apresentados por Eduardo Hoff, coordenador de Marketing da empresa. Hoff mostrou que a média dos índices de produtividade do Brasil apresenta crescimento de 1,2% ao ano, o que permite projetar um salto de 26,31 desmamados por fêmea ao ano em 2013 para 27,14 em 2016.

Finalmente, houve um debate com dez suinocultores que foram destaque nesta edição, no qual foram revelados alguns dos segredos e técnicas utilizadas por eles para alcançarem altos índices de produtividade. Os temas discutidos variaram da importância da mão de obra para a granja, das vantagens e desvantagens trazidas pela automatização e tecnologia aos desafios para o futuro.

“O objetivo principal do Melhores da Suinocultura sempre foi criar um referencial sobre os índices de produtividade do país e promover o compartilhamento de informações e boas práticas entre os produtores. Ficamos muito felizes com o resultado deste evento e com a grande troca que os produtores destaques nos proporcionaram durante o debate. Foi uma satisfação realizar a premiação do Melhores da Suinocultura e receber produtores, parceiros e amigos do setor na cidade sede da Agriness”, afirmou Cristina Bittencourt.

Os vencedores do campeonato. Da esquerda para a direita: Auri Schoeler, Joaquim Pereira, Marcello e Mateus Simão

debate

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *