Você sabe qual é o máximo de leitões que sua granja tem potencial de produzir?

Você sabe qual é o máximo de leitões que sua granja tem potencial de produzir?

Quem vivencia a suinocultura já compreendeu que apenas os dados zootécnicos não conseguem oferecer um panorama fiel da produção, capaz de amparar todas as decisões relacionadas ao negócio. É preciso ir além, com uma visão global e sistêmica da produção de suínos, tirando o foco de processos isolados e voltando-se ao potencial instalado da granja.

Pensando nisso, desenvolvemos o conceito de máximo potencial produtivo. De forma bastante simples, esse conceito possibilita aliar a parte zootécnica à econômica, direcionando a melhoria da granja para uma das etapas mais importantes do negócio: a entrega de animais.

Calcule o potencial

Para entender melhor o conceito do máximo potencial produtivo, vamos comparar a granja a um restaurante. Imagine então um restaurante projetado com 100 mesas de quatro lugares. Ele funciona cinco dias por semana, somente no almoço, com média de gastos de R$ 100,00 por mesa, ou seja, R$ 25,00 por pessoa. Para manter essa estrutura, você contratou cozinheiros e garçons suficientes para atender 400 clientes por dia.

O custo de infraestrutura e pessoal se mantém fixo, independente do número de pessoas atendidas diariamente. Então, para que esse negócio seja rentável, é preciso que ele sirva 400 pessoas no horário em que está funcionando. Caso sejam servidas 350, a capacidade ociosa acaba impactando as finanças. Se, durante os cinco dias da semana, você servir as 100 mesas de quatro lugares, podemos dizer que o máximo potencial produtivo desse restaurante são 104 mil pessoas por ano, com faturamento previsto de R$ 2,6 milhões.

O mesmo princípio vale para a granja. Considere, como exemplo, uma propriedade com 520 matrizes. Se o potencial da genética é desmamar 30 leitões por fêmea ao ano, essa unidade teria capacidade instalada para produzir 15,6 mil leitões ao ano. Caso entregue 15 mil, por exemplo, serão 600 leitões a menos que ele deixou de produzir, apesar de ter potencial para isso.

O infográfico a seguir torna o conceito mais fácil. Veja:

leitões

Foco na entrega

A visão orientada pela capacidade de entrega permite compreender melhor o objetivo global da granja. Ao conhecer sua capacidade anual de produção, fica mais fácil desdobrar essa meta em entregas mensais e semanais. Caso essas metas não sejam atingidas, é hora de iniciar uma análise mais profunda sobre os dados zootécnicos, a fim de identificar onde está o problema.

Definir o máximo potencial produtivo da granja deixa claro a todos os envolvidos qual é a produção e as entregas previstas de animais ao longo do ano, do mês, da semana. É importante que você prepare sua equipe para receber e compreender esse conceito, de modo que todos trabalhem juntos pela melhoria dos resultados.

E você? Já definiu o máximo potencial produtivo de sua granja? Conheça o nosso curso online  e tenha acesso a técnicas, informações, estudos de caso e ferramentas de gestão que ajudarão a sua granja a buscar seu máximo potencial produtivo. Clique aqui e conheça mais sobre o curso.

1 Comentário

  1. Gostei muito da comparação…o produtor gasta muito para construir uma granja redondinha e ela vem com 85 a 90% de eficiência. Imagine uma granja q deixa de ter apenas 2 partos por semana. Isso acostuma passar despercebido em muitas granjas. Mas se vc tem um bom gestor, ele verá q vc deixou de ter 104 partos anuais e no mínimo 1150 animais vendidos a menos, com o mesmo custo fixo. Precisamos trabalhar diariamente a eficiência de instalações, principalmente de maternidade, q é a mais cara e vai corrigir os outros da frente..

    Responder

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *