Programa de aceleração da Agriness melhora a produtividade e rentabilidade dos produtores na Copérdia

Programa de aceleração da Agriness melhora a produtividade e rentabilidade dos produtores na Copérdia

Durante o ano de 2016 aconteceu mais uma edição do Programa +1 – programa de Aceleração de Resultados na Copérdia, primeiro cliente da Agriness a aderir ao    programa. Em sua 3ª edição, assim como nas anteriores, o programa ajudou a melhorar significativamente a produtividade de todo o fomento através da gestão, sem investimentos adicionais nas granjas.
Participaram deste ciclo de capacitação técnicos da cooperativa e produtores que juntos, se engajaram, se desafiaram e ultrapassaram seus limites para buscar um melhor resultado nas propriedades.

Na matéria abaixo que saiu na Revista Copérdia, você confere um balanço das atividades do Programa +1 que foram executadas em 2016.

A equipe Agriness está muito satisfeita com os resultados alcançados e já estamos pensando em como melhorar ainda mais os resultados desse nosso cliente parceiro. Somos inquietos.

“A área de suinocultura da Copérdia faz um balanço positivo das atividades do Programa +1 executadas em 2016. O Programa tem como base a utilização de um software, desenvolvido pela empresa Agriness, que permite ao suinocultor fazer a gestão da propriedade e tomar decisões importantes na atividade suinícola, reduzindo custos e otimizando resultados. De acordo com o gerente de Suinocultura da Copérdia, Arlan Lorenzetti, o modelo de gestão é aplicado desde 2014 e os resultados obtidos são expressivos. “Passados três anos do projeto, tivemos uma melhoria bem significativa na produção de leitões desmamados (fêmea/ano), ” assinala. Atualmente 90 propriedades aderiram ao Programa+1. Para este ano, a meta da Copérdia é de produzir em média 27,7 leitões desmamados. No ano passado, o número de 26,7. “A cada ano, conseguimos melhorar a produtividade sem aumentar os investimentos, apenas com o trabalho de gestão”, comemora.

Segundo Lorenzetti, o principal desafio do Programa +1 é maximizar o potencial produtivo de uma propriedade. “Se eu tiver um vizinho com uma propriedade UPL que produz 30 leitões fêmea/ano e tiver a mesma genética, a mesma nutrição e desafios sanitários parecidos, logo eu preciso produzir no mínimo o que os melhores estão produzindo”, exemplifica. “A visão do Programa+1 é não se contentar com os números atuais, é buscar melhorias contínuas no lugar certo”, complementa.

O gerente de Suinocultura da Copérdia, Arlan Lorenzetti, aponta algumas ações que foram adotadas para otimizar os resultados nas propriedades. “Nós implantamos o Mapa de Produção, ou seja, o produtor precisa ter, de forma visível as metas (onde ele está e onde ele quer chegar) ”, pontua. “Outra ferramenta é a Árvore de Diagnóstico  em que trabalhamos aspectos fundamentais para uma boa produtividade: gestação x lactação e, como base central, os dados reais da granja. Isso contribui para que o produtor tome a decisão correta, sabendo claramente as ações que precisa executar para a melhoria dos resultados”, observa. “A equipe técnica e produtores estão de parabéns, pois realmente a cada dia buscam vencer os desafios e limites de produtividade com melhor eficiência e maior qualidade, fazendo da atividade de UPL, um verdadeiro desafio diário com oportunidades reais de ganho”, conclui”.

Quer  saber como o Programa de aceleração pode ajudar a melhorar a sua produção? Entre em contato com a gente.


Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *