Comportamentos e hábitos de um líder na granja. Nº 7: Saber usar informação

Comportamentos e hábitos de um líder na granja. Nº 7: Saber usar informação

Nos posts anteriores desta série sobre os 8 comportamentos e hábitos de um líder na granja, você viu no primeiro post que um dos comportamentos que se espera de um líder é que ele gere CONFIANÇA na sua equipe e na granja. No segundo post, mostramos que é fundamental que um líder tenha BRILHO NO OLHO e ATITUDE DE FAZER ACONTECER, no terceiro post falamos sobre AUTORRESPONSABILIDADE e vimos que os líderes não buscam justificativas para os problemas, mas sim soluções. No quarto post da série, mostramos que a ideia é que nas empresas haja um ESPÍRITO DE EQUIPE, onde cada integrante deve saber qual é a sua atuação no grupo, mas considerando o todo e colaborando com ideias e sugestões para soluções eficazes e criativas. No quinto post da série, falamos sobre a MELHORIA CONTÍNUA utilizando o conceito de PDCA, onde a ideia principal da metodologia da melhoria contínua é o início de um novo ciclo após a conclusão de outro e assim sucessivamente, até que seja possível encontrar o padrão ideal do processo, alcançando sua máxima eficiência.  No sexto post da série, você viu que um líder precisa ACREDITAR NAS PESSOAS, em seu potencial, para que elas se sintam mais capazes e alcancem bons resultados.

No sétimo post, você verá a importância de saber usar a informação.

Mesmo que as pessoas estejam motivadas e determinadas a alcançar a máxima produtividade, elas não irão muito longe sem informação. A informação certa, no momento certo e para a pessoa certa é o fator que promove o salto para a gestão de excelência, permitindo aos profissionais produzirem mais com a mesma estrutura. Se a cada ação você precisa visar à máxima produtividade, é essencial contar com informação de qualidade, organizada e sintetizada, que ajude a tomar a melhor decisão.

Quando trabalha com base em informações confiáveis, o gestor da granja consegue perceber claramente os gargalos da produção e as oportunidades de melhoria. Com esse panorama em mãos, fica mais fácil ao líder compartilhar com a equipe os problemas encontrados, engajando todos os envolvidos na busca por soluções.

Muito além de conhecimento e habilidade, esse processo exige atitude, ou seja, é preciso querer fazer melhor a cada dia. Logo você perceberá que a informação pode ser a principal matéria-prima para o crescimento da granja. Diferente dos resultados alcançados pela genética, nutrição e sanidade, por exemplo, que exigem mais tempo e recursos, os resultados gerados pela informação dependem muito mais do gestor, da sua atitude diante do desempenho da granja e dos desafios que se apresentam. Então, mãos à obra!

E você? Tem utilizado a informação para impulsionar a gestão da granja?

Se interessou pelo Pensamento+1 e quer saber mais? Conheça o livro Suíno.Cultura, que escrevemos especialmente para difundir esse modelo de gestão para um número cada vez maior de profissionais da suinocultura.

Fonte:
Suíno.Cultura: Como o Pensamento+1  pode transformar o seu negócio.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *