Os cuidados com a salmonella na granja

Os cuidados com a salmonella na granja

A Salmonelose é uma doença causada pelas bactérias do gênero Salmonella. Em alguns casos essa bactéria não causa problema nos leitões e mesmo assim é motivo de preocupação. Porque? Porque os animais contaminados são fontes de contaminação das carcaças nos abatedouros e podem infectar os humanos, sendo, portanto, uma zoonose.

A salmonelose humana é uma das principais doenças transmitidas por alimentos, variando de severidade de acordo com as condições do paciente. Por isso, crianças, pessoas idosas, e imunodeprimidos como infectados pelo vírus HIV constituem o grupo de maior risco.

A forma de transmissão mais comum da doença é através da ingestão de fezes contaminadas. Em geral, os leitões desmamados com idade até 3 ou 4 meses são os animais mais atingidos pela salmonelose. Neles, a doença se manifesta na forma de diarreia aguda ou crônica e septicemia, mas muitas vezes a infecção não mostra sinais clínicos.

As principais fontes de infecção por salmonella nas granjas de suínos são: rações contaminadas; presença de roedores e a atuação de vetores como pássaros, moscas e outros insetos, na contaminação do ambiente após o vazio sanitário.

Além da contaminação nas granjas, outra fonte importante de infecção são as rações que quando contaminadas pela Salmonella, mesmo em pequena quantidade, podem causa infecção e ser distribuídas por muitas granjas.

Quer saber mais sobre esse e outros assuntos relacionados à Suinocultura?


Baixe o app Oink e aprenda sobre assuntos relacionados
à suinocultura de forma inovadora e criativa!

googleplay
aple-store

 


Essa trilha conta com o apoio da empresa:

msd

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *