Um campeonato para inspirar

Um campeonato para inspirar

Embora tudo o que tenha sido dito sobre comparação pareça meio óbvio, demorou muito tempo para o benchmarking se tornar uma realidade na suinocultura brasileira. Até 2007, o setor não dispunha de indicadores de referência confiáveis e sistematizados para a aplicação de ferramentas de benchmarking. As referências, na maioria das vezes, se restringiam à granja do vizinho e os indicadores eram debatidos em reuniões informais, quando os produtores se encontravam por acaso.

Essa dificuldade é perfeitamente compreensível. Primeiro, porque raramente um produtor tem tempo sobrando que lhe possibilite viajar por todo o estado ou mesmo pelo país para conhecer outras granjas e outras realidades. Além disso, a questão sanitária impede que isso seja feito – não dá para ficar circulando nas granjas para verificar presencialmente as melhores práticas. E, por último, a cultura que ainda predomina é a de proteção de informação. Não são todas as pessoas que têm a boa vontade de abrir a porta de suas granjas para revelar seus “segredos”.

Foi pensando em reduzir essas barreiras que, em 2007, lançamos a primeira edição do Melhores da Suinocultura Agriness. o prêmio nasceu com um formato lúdico, estilo campeonato brasileiro de produtividade do setor, com o objetivo de destacar os melhores produtores e criar um inédito banco de dados para servir de referência e apoiar a melhoria contínua das granjas.

O PRÊMIO MELHORES DA SUINOCULTURA AGRINESS NASCEU COM O OBJETIVO
DE ESTABELECER UM MÉTODO CONFIÁVEL DE BENCHMARKING PARA AS GRANJAS BRASILEIRAS

 Em 2013 o prêmio, que em sua primeira edição teve 62 mil matrizes, ultrapassou as 525 mil matrizes, o que representa 32% do plantel brasileiro. O indicador que determina o vencedor é o de desmamados por fêmea ao ano, que congrega uma série de outros indicadores de produtividade da granja. Se houver necessidade de desempate, consideram-se outros quatro indicadores: taxa de parição, média de desmamados, média de nascidos vivos e repetição de cio.

A veracidade das informações é checada por uma comissão técnica, formada por profissionais da Agriness e representantes de entidades do setor. O papel dessa comissão é conferir se os índices validados e os processos estão corretos e se os dados das granjas são realmente válidos.

O MELHORES DA SUINOCULTURA
TORNOU-SE UMA GRANDE OPORTUNIDADE PARA QUE O SETOR AVALIE SEU DESEMPENHO E O MELHORE ANO APÓS ANO

Esse trabalho minucioso garante informações confiáveis. E a tecnologia de informação permite que os dados sejam cruzados de maneira a revelar novas informações. “Compare-se, inspire-se e melhore” é o lema do melhores da Suinocultura. Longe de ser o projeto de uma empresa, é um projeto de uma cadeia produtiva, um movimento do bem, um espelho para que o setor se avalie e melhore ano a ano. Tudo ao alcance dos produtores participantes, sem sair de casa, bastando apenas um clique.

Saiba mais em melhoresdasuinocultura.com.br

 

Se interessou pelo Pensamento+1 e quer saber mais? Conheça o livro Suino.Cultura que escrevemos especialmente para difundir esse modelo de gestão para um número cada vez maior de profissionais da suinocultura.

Fonte: Suíno.Cultura: Como o Pensamento+1 pode transformar o seu negócio.

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *