Como utilizar o benchmarking na produção

Como utilizar o benchmarking na produção

Você já sabe que fazer benchmarking é fundamental para o seu negócio, mas, na prática, você sabe como aplicá-lo na produção da sua granja? 

Mesmo que você já tenha alcançado um excelente nível de produtividade, olhar para os lados pode ajudar você a ir além. Saber se há alguma granja com características parecidas com a sua produzindo mais pode ser a oportunidade de você buscar alternativas para dar um salto de produtividade e ser ainda melhor do que já é. 

Veja como usar o benchmarking a seu favor:

– Defina suas metas se inspirando nos melhores produtores.
– Compare os dados da sua granja com os dados das granjas que serão sua referência.
– Não tente simplesmente copiar tudo o que fazem, entenda como o trabalho é feito e adapte os processos e as práticas à sua realidade – infraestrutura e pessoal disponível, por exemplo.
– Acompanhe a evolução dos dados para verificar se a sua granja está se aproximando ou não das metas;
– Torne isso uma rotina, ou seja, coloque o benchmarking na agenda da sua granja.

Também é importante avaliar se sua meta é possível de ser alcançada. Uma forma de saber é utilizar uma técnica conhecida como SMART (“esperto” em inglês), muito aplicada no mundo dos negócios e que se encaixa como uma luva na definição de metas de uma granja. Cada letra da palavra SMART remete a uma das cinco qualidades obrigatórias de uma meta possível: uma meta deve ser específica, mensurável, atingível, relevante e temporal.

Um exemplo prático:
Imagine que a sua meta é passar de uma média de 10 para 11 leitões por desmame (ganhar um leitão em média) em seis meses. 

S (Specific) – Essa meta é específica?
Procure saber exatamente o que você quer.
Pergunta-chave: “Aonde eu quero chegar?”
Exemplo: “Quero sair da média de 10 para 11 desmamados.”

M (Mensurable) – Essa meta é mensurável?
Defina uma forma de medir o seu resultado.
Pergunta-chave: “Como posso medir meu progresso?”
Exemplo: “Posso registrar semanalmente a média de desmamados*.”
* O desmame de leitões é um indicador controlado em toda granja com o mínimo de gestão da informação. 

A (Achievable) – Essa meta é atingível?
Avalie a viabilidade da meta.
Pergunta-chave: “Alguém em condições iguais às minhas conseguiu atingir essa meta?”
Exemplo: “Sim, os produtores do meu porte e minha genética conseguem média superior a 11.”

R (Relevant) – Essa meta é relevante?
Identifique os impactos positivos do alcance da meta no seu resultado.
Pergunta-chave: “O que o alcance da meta trará de bom para o meu negócio?”
Exemplo: “Aumentar para 11 certamente irá aumentar o faturamento da minha granja.”

T (Time framed) – Essa meta é temporal, tem um prazo estipulado?
Estabeleça um prazo para alcançar a meta (seja específico: defina dia, mês e ano).
Pergunta-chave: Quando eu preciso que esse resultado seja atingido?
Exemplo: “Quero alcançar a média de 11 desmamados em seis meses.”

Logo, a meta de desmamar uma média de 11 leitões por desmame, utilizada como exemplo, é uma meta SMART!

Um bom gestor deve sempre trabalhar com planejamento, estabelecendo metas SMART e criando caminhos de menor distância entre a situação inicial e a situação em que deseja chegar. 

E você? Como estabelece suas metas?
Que referências tem utilizado para lhe orientar a ser melhor?

Se a sua granja já participa do Melhores da Suinocultura você tem disponíveis informações e ferramentas para incluir a comparação em definitivo na agenda da sua granja! Participar é simples:

Se você é usuário Agriness S2 você só precisa enviar mensalmente uma cópia de segurança dos seus dados. 

Se você é usuário Agriness S4 nenhuma ação sua é necessária. Seus dados são enviados para o Melhores em tempo real

Aproveite as ferramentas gratuitas e compare-se!

 


 

Conteúdos relacionados

Por dentro das auditorias do Melhores – em breve

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.