Leadership Experience Agriness: nossa escolha para desenvolver pessoas e inovação

Leadership Experience Agriness: nossa escolha para desenvolver pessoas e inovação

O Agriness Way, programa criado para impulsionar nossas pessoas, teve início com o Leadership Experience, uma iniciativa da Agriness University com foco em promover o autoconhecimento, o engajamento e a diversidade de pensamentos para o desenvolvimento de lideranças. Uma parceria especial está apoiando a Agriness nessa jornada.

Quem está conduzindo esse trabalho é Keitiline Viacava, Ph.D do DM.Lab, professora, pesquisadora e consultora em cognição gerencial, que atuou por 2 anos como neurocientista cognitiva afiliada ao Departamento de Neurologia da Universidade de Georgetown (Washington, D.C), instituição com a qual Keitiline declara ter o privilégio e a honra de manter o vínculo até hoje. Seu trabalho é ajudar líderes a transformarem ideias em ação a partir da compreensão de como a mente funciona, precisamente promovendo experimentação, tomada de riscos e diversidade de pensamentos como fonte de inovação.

A proposta de Keitiline para o Leadership Experience é a metodologia Human Cognitive Analytics, resultado de seu profundo conhecimento em desenvolvimento humano direcionado à prática de gestão e liderança para diferentes segmentos de negócios. A expressão Human Cognitive Analytics diz respeito à análise de dados cognitivos humanos obtidos a partir do uso de tecnologias em neurociência digital (tarefas ou jogos computadorizados) para considerar o tempo de processamento da informação e gerar insights sobre os estilos decisórios. A metodologia possibilita a obtenção de dados que permitem conhecer e analisar a diversidade cognitiva da organização e apoiar o desenvolvimento das lideranças. Há evidências em pesquisas indicando que a maior parte dos pensamentos e comportamentos humanos acontece de forma automática, guiada por hábitos ou gatilhos do ambiente, o que pode dificultar ou prolongar a mudança de atitudes nos contextos organizacionais, bem como o atingimento de objetivos em cenários de incertezas. Estando cientes dessas influências, líderes têm mais chances de reduzirem distâncias entre ideias e ações.

Segundo Keitiline, há um movimento crescente, mundial, de incorporação de metodologias neurocognitivas como a que está sendo aplicada no Leadership Experience para desenvolver tomada de decisão. Além da Agriness, empresas pioneiras nessa frente – também com foco nas lideranças – incluem Google, PWC, Microsoft, Mott MacDonald e Neuroleadership Institute, além de Agibank, Bem, Braskem e Votorantim, no mercado brasileiro.

Os insights gerados pelos líderes da Agriness ao longo da jornada Leadership Experience estão promovendo um espaço de crescimento (ou ganho de autonomia) nos processos de tomadas de decisões, o que vai ajudar cada líder a entender o que esperar e como gerenciar comportamentos em contextos futuros e incertos.

Para a Agriness, o resultado dessa jornada será uma maior percepção das lideranças a respeito da complexidade nos negócios frente a incertezas e riscos. Ao final da jornada do Leadership Experience, líderes estarão equipados individual e coletivamente para explorar diferentes mentalidades, passando rapidamente de uma forma de pensar a outra, abandonando velhas ideias em favor de aprendizado e crescimento contínuos, criando as condições para aumentar a velocidade de resposta às mudanças através da inovação.


Saiba mais sobre o programa Agriness Way – o movimento que engloba tudo o que somos e desejamos, para nós e para quem faz parte da nossa jornada – e sobre a Agriness University, nossa escolha para impulsionar nossas pessoas:

Agriness Way Dúvidas frequentes

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.